terça-feira, 30 de março de 2010

Dois homens do Norte, duas formas diversas de estar ha vida.


















Dois homens do Norte, duas formas diferentes de estar na vida.
Aguiar Branco entrega à nova liderança a decisão de nomear novo lider parlamentar, enquanto Paulo Rangel se agarra com unhas e dentes às asas do "tacho europeu".

domingo, 14 de março de 2010

Mais um líder a prazo


Os discursos dos ex-lideres Marcelo Rebelo de Sousa, Santana Lopes e Luís Filipe Meneses condicionaram a liderança de qualquer um dos candidatos (anunciados) à liderança do PSD.

Rui Machete melhor fora ter ido à missinha logo pela manhã e inventado que se sentiu mal, evitava assim mostrar aos congressistas do PSD e aos Portugueses que está senil.

Fernando Costa, o presidente de câmara das Caldas da Rainha brilhou ao tornar-se o verdadeiro porta-voz das bases, dando ideia que (sorrateiramente) pôs piretes em alguns assentos.



sexta-feira, 12 de março de 2010

Amor















Palavras para quê?

Bullying


Os responsáveis principais de violência entre alunos (bullying) nas escolas portuguesas são os professores. As agressões físicas que acontecem nos espaços de recreio e nas áreas circundantes às escolas são o materializar das pressões exercidas pelos mais fortes sobre os mais fracos, ou grupos de fracos sobre um (dito) mais forte nas salas de aula.

Os professores são os primeiros a aperceberem-se da possível altercação entre os formandos, se em alguns casos os formadores se impõem quando se apercebem que a situação pode degenerar em violência física, outros há que se limitam a que ela não aconteça dentro da sala de aula.

O caso de hoje, o do suicídio do professor da Escola Básica 2.3 de Fitares, Sintra, reveste-se de contornos muito mais mesquinhos.

Alegadamente, o professor que procurou a morte lançando-se da Ponte 25 de Abril e que em missiva responsabilizou os alunos da turma 9º B pela sua drástica atitude era há muito ostracizado pelos colegas devido ser homossexual, colegas e conselho directivo que negligenciaram três queixas apresentadas pelo docente escudando-se no facto de este estar a receber apoio (tratamento) psicológico.

Os professores reflectem a generalidade da sociedade portuguesa, por tal facto não devem furtar-se a ser avaliados como é, dia a dia, o cidadão comum.


domingo, 7 de março de 2010

quarta-feira, 3 de março de 2010

Ó mar salgado


















Ó mar salgado

Tu que embalas namorados

Porque matas os pescadores?

Se és ilha dos seus amores

A fonte do seu sustento

Que te dá tamanho alento

Para destroçar tantas vidas?

Também tu te vendes aos Midas

Que em ti se passeiam

Esses que te poluem

Só porque têm dinheiros?

Porque matas marinheiros

E poupas os generais?

Quantas vidas queres mais

Dos pobres pescadores?

Já não és ilha de amores

És mudanças ambientais.